Famílias são removidas de área de risco em Osasco

O prefeito de Osasco, Jorge Lapas (PT), acompanhou nesta manhã a remoção de quatro famílias que moravam em áreas precárias no Jardim Santa Maria, na chamada Favela da Divisa, próxima da rua Teotônio Vilela, na zona Sul da cidade. A ação é parte do programa de subsídio habitacional da Secretaria de Habitação e Desenvolvimento Urbano (SHDU).
Na área de remoção dos barracos, de acordo com a Prefeitura, serão realizadas obras de infraestrutura, como abertura de acesso, coleta de esgoto, pavimentação de vielas, canalização do córrego, entre outras ações. As famílias serão subsidiadas com o programa bolsa aluguel e estão cadastradas nos programas habitacionais da Prefeitura.
Segundo Cristiane Dutra Nascimento, diretora do Departamento Habitacional de Interesse Social da SHDU, esta foi a primeira etapa de remoção. Ao todo serão 6 fases e 217 famílias serão retiradas da área de risco. “Realizamos a setorização da área e a regularização fundiária do local, identificando e cadastrando os moradores, a fim de garantir a segurança de posse dessas famílias”, disse.
O prefeito Jorge Lapas, que há dois meses esteve no local conversando com moradores e verificando as condições precárias, acompanhou as ações, comprometeu-se a retirar as famílias que moravam em condições sub-humanas e garantiu o direito social à moradia digna.
“Estas famílias viviam em condições precárias, morando sobre o córrego e hoje, podem contar com o conforto em um novo lar. Livres de enchentes e frio. Elas receberão o bolsa aluguel enquanto aguardam por uma moradia própria. Tenho certeza de que em breve retornarão à região em apartamentos construídos com o apoio do Governo Federal e terão a sua dignidade restabelecida”, disse Lapas.

Postagens mais visitadas deste blog

Manual para se entender um osasquense

O extremo potencial turístico de Osasco

E se a Zona Norte de Osasco virasse mesmo uma cidade?