Osasco : Uma cidade sem história preservada e sem cultura.

   Osasco é uma cidade nova no papel, porém, a cidade já tem mais de 120 anos e tem sim muita história pra contar, história cuja é muito pouco aproveitada pelos seus políticos e principalmente pelos seus moradores, que culturalmente são desinteressados na historia local e em eventos culturais.

Um exemplo vivo disso é o Cine Glamour ( foto ao lado ), que foi o primeiro cinema da cidade de Osasco e tem seu prédio preservado até hoje, porém, ao invés da prefeitura desapropriar e transforma-lo num espaço cultural ou num teatro, o prédio foi vendido para o "Shopping" de produtos chineses Galeria Pajé que quer transformar o centro de Osasco em uma 25 de março da vida.

A prova viva de que Osasco é uma cidade que não sabe aproveitar a história que tem, a sua essência real, é o Museu Municipal de Osasco, Chalé preservado de Dimitri Sensaud Lavaud, onde partiu o primeiro voo da América ( creio que pouquíssimos osasquenses saibam dessa informação ).

O museu funciona de 2ª á 6ª ( que museu não funciona aos fins de semana? Um verdadeiro absurdo ) das 8 às 14 horas ( Sério ? ).

Resumidamente, poucos Osasquenses tem acesso a própria história local, que já é pouco preservada, e o que é preservado é pouco aproveitado pelo poder público. A construção não é sequer tombada pelo IPHAN.

Nos últimos mandatos Osasco tem pecado na área cultural, Osasco tem 4 teatros, dois grandes ( Teatro Municipal Gloria Giglio e Arca de Noé ) e dois pequenos ( Teatro Grande Otelo e Nivaldo Santana ), ambos mantidos pela prefeitura e inaugurados pelo ex-prefeito Celso Giglio (PSDB ), que também inaugurou o Museu Afro-Brasileiro de Osasco, Escola de Arte Municipal, Biblioteca Municipal, Centro de Eventos pedro Bartolosso e etc.

O teatro fechou para reformas em dezembro de 2013, pelo prefeito Jorge Lapas ( PT ), porém até agora ( Março de 2015 ) não há sequer um vestígio de inicio das obras do teatro municipal, obrigando o osasquense a ir pra São Paulo para ver peças de teatro, musicais e aprender um pouco da história regional. Osasco não tem sequer um site destinado para divulgar as peças e eventos culturais que ocorrem pela cidade, e essa é uma proposta que estamos tomando partida aqui na Ozasco com Z, para servir a população Osasquense, coisa que deveria ser dever dos governantes.

Postagens mais visitadas deste blog

Manual para se entender um osasquense

O extremo potencial turístico de Osasco

E se a Zona Norte de Osasco virasse mesmo uma cidade?