Casas geminadas: A solução das periferias?



Casas Geminadas não são o sonho de consumo de todo brasileiro, mas aparentemente, são a solução arquitetônica para os bairros periféricos.

As casas geminadas consistem em duas casas "espelhadas", construídas em um lote inteiro. Ambas tem o mesmo número de dormitórios, metragens idênticas e aparência, na maioria das vezes idêntica, passando a impressão de que as duas casas, são apenas uma, e esse tipo de construção vem tomando conta de diversos bairros periféricos de Osasco.

Andando por bairros como Rochdale, Santo Antônio, Jardim D'Abril, Vila Yolanda, IAPI e afins, é notável um grande número de casas geminadas em construção, em alguns casos, nem são duas casas, mas são três ou quatro residências em um ou dois lotes. Do ponto de vista de muitas pessoas esse tipo de construção é ruim, mas do ponto de vista arquitetônico, é o que salvará o aspecto visual dos bairros periféricos futuramente.

O grande problema das periferias é o amontoado de casas de meio lote, cada uma com um estilo diferente e na maioria das vezes desagradável, com as casas geminadas, a demanda seria atendida e o aspecto do local melhoraria absurdamente. 

Postagens mais visitadas deste blog

Manual para se entender um osasquense

O extremo potencial turístico de Osasco

E se a Zona Norte de Osasco virasse mesmo uma cidade?