E se a Zona Norte de Osasco virasse mesmo uma cidade?

Osasco
Recentemente, surgiu uma proposta (um tanto maluca), oriunda do Vereador Pelé da Cândida, que tem como pauta, a emancipação de toda a Zona Norte da cidade de Osasco. O vereador alega que o motivo de tal movimento é o fato da Zona Sul receber mais investimentos que a Zona Norte. Mas será que isso é mesmo verdade?

A Zona Norte de fato é uma região de Osasco que sofreu muito com o crescimento desordenado e favelização desde que a nossa querida Oz se deu por município, logo, é raro ver alguma área ou bairro da região que não tenha ao menos uma, ou meia área de ocupação irregular, e a Prefeitura de Osasco, em muitos anos, pouco fez para controlar esse crescimento, tampouco para melhorar o resultado de tamanho descuido. Todavia, não é emancipar que fará com que a Zona Norte se desenvolva, muito pelo contrário.

Na época da emancipação de Osasco da Capital Paulista, era mais fácil - não fácil, mas não era difícil como hoje - e a cidade se emancipou como uma potência industrial e uma população bem significativa para a época, o que fez com que a cidade prosperasse, e continue prosperando até hoje. Porém, houveram os seus contratempos:

  • Osasco teve que refazer todos os seus espaços públicos, pois a Prefeitura paulistana tirou todos os equipamentos, inclusive os mais básicos, de todas as áreas que prestavam serviços para a população;
  • A cidade teve que reorganizar e se estruturar para poder ser vista como tal. Seja construindo uma prefeitura, câmara dos vereadores, secretarias e tudo mais;
  • Os impostos aumentaram absurdamente, pois a Prefeitura precisava de dinheiro para o processo de construção e estabelecimento do município.
Então vamos pensar: Será que a Zona Norte de Osasco tem mesmo uma estrutura básica para a emancipação, sem expulsar as empresas do parque industrial, ou subir os impostos absurdamente afetando a população, que em grande parte é humilde? Parece que não.

Estabelecer um município não é fácil, nunca foi. A "nova cidade" perde empresas, população, comércio, além de ter alta no desemprego e no êxodo para as cidades vizinhas. É isso o que a população da Zona Norte quer? Virar uma cidade satélite para Osasco e outras ao redor? Pensem bem.

Zona Norte sem grandes investimentos?

A intenção não é puxar sardinha para as gestões anteriores ou para a atual, serão apresentados apenas fatos que comprovam que a Zona Norte de Osasco tem investimentos sim! Não o quanto deveria ( e cá entre nós, que local tem os investimentos necessários nesse país?) , mas tem.

Moradia

Os ex-prefeitos do PT e PDT, Emídio de Souza e Jorge Lapas respectivamente, fizeram um programa habitacional de proporções exuberantes, cujo principal foco eram bairros favelizados da Zona Norte da cidade. Desde o Piratininga até o Portal D'Oeste, milhares de apartamentos e casas populares foram entregues a ex moradores de áreas livres ( e ainda estão sendo construídos pelo atual Prefeito Rogério Lins [PODE] ). Aos poucos os bairros precários dão lugar aos condomínios populares, o que é essencial para qualquer cidade grande.


Industrial Anhanguera

O industrial Anhanguera é o maior parque industrial da Região Oeste (inclusive contando com a Capital Paulista). Nele localizam-se empresas de porte nacional, como o SBT, Jequiti, AVON, Submarino, City Food do McDonalds, Coca-Cola, dentre outras.

O Ex-Prefeito Jorge Lapas (PDT), replanejou totalmente a estrutura viária do Parque industrial, pois o trânsito era intenso, e chegava a parar em horários de pico, o que levou a muitas empresas cogitarem se era ou não benéfico terem sede ali, mas as obras mudaram a perspectiva do bairro. Atualmente, existem diversas novas alças de acesso e Avenidas largas que dão acesso à Rodovia Anhanguera e outras vias dentro de Osasco.


Osasco
Reurbanização do Rochdale

A Reurbanização do Rochdale é um projeto que abrange toda a região em torno do Braço morto do rio tietê, que é um dos principais motivos pelo qual o bairro sofre com alagamentos constantes.

As obras já começaram, com a revitalização e término da Avenida Ônix e com a nova Avenida dos Bandeirantes. Ainda falta muito, e realmente é difícil esperar que a obra seja concluída nessa gestão, pela safadeza dos políticos e pela atual crise econômica. Mas o projeto existe e já foi colocado em prática, o que já é um grande começo para a população do Rochdale.

Por que devemos nos unir e não nos separar?

Osasco pode ter o problema que for, mas quem mora aqui se orgulha pela nossa história linda. Então pra que deixar tudo isso para trás por algo que pode ser facilmente resolvido? O vereador Pelé da Cândida tinha que buscar mais investimentos para a área da qual ele cuida, não vir com tais idéias lunáticas que só vão criar uma nova cidade pobre e sem estrutura na nossa região.

Povo da Zona Norte, cobrem as autoridades! Não se calem, mas não queiram se separar da nossa cidade, isso está longe de ser a solução para os problemas da população do tietê pra cima. Quanto mais unida for uma cidade, mais ela prospera!




Postagens mais visitadas deste blog

Manual para se entender um osasquense

Osasco está seguindo o perigoso caminho da verticalização e gentrificação